Como enfrentar e superar uma traição

Ninguém gosta de ser vítima de uma traição, mas infelizmente é uma situação bastante comum, que muitas vezes tem de ser resolvida.
Além de os homens estarem procurando aventuras extraconjugais ou mulheres, enfrentar e superar uma traição não é fácil, pelo contrário, emocionalmente pode levar à depressão e causar consequências profundas e difíceis.

Por isso é importante aprender a lidar com as emoções, especialmente num momento delicado como a descoberta de uma traição, quer seja a sua esposa ou o seu marido não faz distinção.
Mas nos casos mais graves, que levam a verdadeiros distúrbios psicológicos, é necessário recorrer prontamente a um profissional que nos possa ajudar a recuperar, a começar a viver a nossa vida serenamente novamente.

Como lidar com uma traição

Certamente o momento mais difícil e descontrolado de uma traição é a descoberta.
Quer se saiba da infidelidade do cônjuge abruptamente ou não, a consciência de que a relação construída com tanto esforço está se desintegrando diante dos nossos olhos é um forte golpe para absorver. A maioria das pessoas reage mal, sente-se zombada e descarrega todo o ódio na terceira roda e no seu parceiro.

Um gesto compreensível, mas deve-se tentar controlá-lo, tentando ao menos evitar comportamentos exagerados e completamente injustificados.
Enfrentar a traição parece impossível, mas a lucidez é sempre a melhor escolha. É bom viver as próprias emoções, mas sempre dentro dos limites do senso comum.

Como se comportar após uma traição

Depois de ter descoberto a infidelidade do seu parceiro, você tem que enfrentar a fase mais complicada, que é tomar nota da traição e decidir o que fazer. A primeira coisa a fazer é levar algum tempo, evitando decidir sobre o momento em que você não está lúcido o suficiente para tomar uma decisão fundamentada.
Você tem que ter espaço, sair com os amigos e estar com pessoas que nos amam e nos fazem sentir protegidos e amados.

Obviamente, durante este tempo é necessário analisar a situação, tentar compreender as verdadeiras razões da traição e quais são as reais responsabilidades de todos os actores envolvidos. É importante ser sincero e objetivo, porque quando algo acontece em um casal a culpa é muitas vezes partilhada, naturalmente em partes desiguais, dependendo da seriedade das ações.

O conselho do psicólogo para superar as consequências emocionais das traições

Se você não for capaz de lidar com a traição de uma forma justa e saudável, pode ser aconselhável procurar ajuda profissional. O contato com um psicólogo de relacionamento não é algo para se envergonhar, mas é uma ajuda valiosa para superar a traição e resolver a situação de uma vez por todas.

Um psicólogo pode nos orientar na busca dos sintomas e causas que levaram à infidelidade, analisando a situação objetivamente a partir de uma perspectiva melhor. Para superar uma traição é fundamental aceitar os próprios limites e os do outro, porque nenhum vínculo é tão perfeito quanto as pessoas que o compõem. Um psicólogo é uma pessoa que pode nos mostrar a saída do túnel da depressão, mostrando-nos os fatores que levaram o casal a explodir e se há espaço para o perdão dentro de nós.

Na verdade, antes de terminar um relacionamento, especialmente se for duradouro e com a presença de terceiros como as crianças, é importante verificar na nossa psique se existem ou não condições para perdoar e recomeçar. Uma traição pode ser uma boa oportunidade para virar a página e começar do zero, mas se isso for impossível, então tudo o que resta é romper, tentando fazê-lo da melhor maneira possível. Não é fácil. Enfrentar uma traição e superá-la requer humildade, comunicação, respeito mútuo e, acima de tudo, grande força de vontade.

Se você quer ficar no assunto e aprofundar o assunto, leia nossos conselhos e as experiências das mulheres (e não só) que, como você, revelaram suas fraquezas ou, pelo contrário, fracassos imediatos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *